abril 12, 2017 Helen Morais 0Comment

 

Que é necessário praticar algum tipo de exercício, a maioria sabe. Mas qual? São tantas as opções que ficamos em dúvida ou com preguiça de fazer. Mas tem um que é fácil, que não requer academia, instrutores, nem muita força de vontade: o caminhar seja na rua, na esteira, no parque ou em qualquer lugar.

 

Confira aqui os seis principais benefícios de caminhar regularmente.

 

1-    Uma caminhada de apenas 15 minutos após o jantar reduz o açúcar no sangue

Caminhar 15 minutos a um ritmo moderadamente rápido – um pouco menos de 5 km/hora – ajuda a controlar o pico de açúcar no sangue após o jantar. É o que revelou estudos realizados pela Escola de Saúde Pública da Universidade George Washington, em Washington, DC, com homens e mulheres inativos acima de 60 anos.

2-    Quando o assunto é coração, andar é tão bom quanto correr.

Pesquisadores do Lawrence Berkeley National Laboratory realizaram um estudo comparativo entre os benefícios obtidos por corredores e por caminhantes que percorreram a mesma distância por certo período de tempo. O resultado foi surpreendente: ambos os grupos tiveram reduções semelhantes em relação à pressão arterial elevada, ao colesterol alto, a diabetes e até mesmo no que diz respeito à doença cardíaca coronariana.

3-    Dor nas costas? Caminhar é tão bom quanto à fisioterapia

Quando você tem dor lombar, caminhar pode ajudar. Pesquisadores de Tel Aviv estudaram 52 pacientes com esse problema. Eles pediram que metade fizessem exercícios de fortalecimento e outra metade para andar. Depois de seis semanas, ambos os grupos melhoraram igualmente, com a vantagem de os caminhantes estarem mais dispostos e saudáveis.

4-     Caminhar reduz a ansiedade, especialmente em mulheres que estão na menopausa

Caminhar regularmente é uma ótima maneira de reduzir o estresse, a ansiedade e melhorar o humor. Na Temple University pesquisadores estudaram, durante oito anos, 380 mulheres urbanas no período da menopausa. Quanto mais caminharam, menos estresse, ansiedade e depressão experimentaram durante e após o ciclo.

5-     Para os homens com mais de 55 anos, quanto mais passos diários, melhor é a qualidade de vida

Pesquisadores canadenses deram pedômetros a homens com mais de 55 anos. Quanto mais passos deram, melhor resultados obtiveram em relação à saúde física e mental. Os homens calculavam a média de 8.539 passos por dia – um pouco menos de três quilômetros. Mas mesmo aqueles que caminharam distâncias mais moderadas se sentiram melhores do que aqueles que deram menos passos.

6-     Se você anda rápido o suficiente, você nunca vai morrer

Não exatamente. Mas a capacidade de caminhar a um ritmo moderado à medida que envelhece é um bom indicador de quanto tempo você vai viver. Se você quiser evitar a morte precoce, adote uma velocidade de caminhada pelo menos de 5 km/h, segundo pesquisadores do Concord Hospital em Sydney, Austrália. Eles estudaram 1.705 homens com 70 anos por mais de cinco anos. Os caminhantes lentos começaram a morrer – com média de apenas 2,9 km por hora. Mas entre aqueles que caminharam 5 km por hora ou mais rápido, ninguém morreu.