agosto 23, 2017 Helen Morais

Ao chegarmos aos + 50 começamos a pensar naquilo que realmente nos importa. Até então, estávamos muito ocupados vivendo nossas vidas, construindo nossas carreiras e cuidando de nossas famílias para pensar se poderiam ser diferentes. Acumulamos bens materiais como carros, casa, os móveis, fotos, pratos, eletrônicos, roupas, jóias, entre outros, inclusive pessoas, algumas até que já não têm nada mais em comum com a gente, nem nos fazem felizes. O problema é que o nosso mundo mental é um reflexo do nosso mundo físico. Quando o nosso redor está desordenado, não há espaço para coisas ou pessoas que poderiam realmente nos…